LITERATURA, HQ E A COMPLEXIDADE HUMANA: DIÁLOGOS POSSÍVEIS


O MUSEU DE IMAGEM E DO SOM


ENCONTRO


MEU AMIGO DAHMER, ESTUDANDO COM UM SERIAL KILLER

DERF BACKDEVF

"O psicopata é como o gato, que não pensa no que o rato sente. Ele só pensa em comida. A vantagem do rato sobre as vítimas do psicopata é que ele sempre sabe quem é o gato" Robert Hare



A HQ: SINOPSE

Derf Backdevf utilizou relatos de professores e amigos, os dados do FBI, além de lembranças do tempo que conviveram na escola para contar a história de Jeff Dahmer. Dahmer, assassino em série, conhecido como o “Canibal de Milwaukee” protagoniza a história que é contada na adolescência até a sua descida ao abismo, quando comete seu primeiro assassinato. Dahmer viveu no interior dos Estados Unidos na década de 1970.


Temporalidade

Anos 70 Bath Ohio EUA


FECHAMENTO DAS FÁBRICAS DE PNEU ➔ RECESSÃO


VIZINHANÇAS ACONCHEGANTES, ONDE TODO MUNDO SE CONHECIA


VIZINHANÇA SUBURBANA A CARA DA “FAMÍLIA DÓ-RÉ-MI”


HOMOSSEXUALIDADE ESCONDIDA DE TODOS ERA A NORMA


➔ ESCOLA LOTADA PÓS-BABY BOOM


expressões: DAM-DÃ

carros, ônibus escolar






Adolescência

• Período que se inicia entre a infância e a vida adulta;


• Caracterizado por intensas transformações corporais;


• O cérebro difere-se do da criança e do adulto, nos aspectos morfológicos e funcionais , bem como a estruturas cerebrais, regiões circuitos e sistemas.


• Também difere quanto a substância cinzenta, substância branca, conectividade de suas estruturas e neurotransmissão.


• Surge a capacidade de resolver problemas mais complexos.


• Ajustes aos novos mapas sensórios-motores : proporções corporais.





Adeno-hipófise - lobo anterior da hipófise e forma o que é conhecido como abolsa de Rathke. Sua função é secretar vários hormônios através de um conjunto de células:


• somatotrópicas que secretam GH (estimulante do crescimento).


• lactotróficas que secretam PRL (estimulante da produção de leite nas glândulas mamárias e progesterona no corpo lúteo).


• corticais que secretam ACTH (relacionadas às glândulas suprarrenais).


• gonadotrópicas que secretam LH e FSH (relacionadas à nossa reprodução).


• tireotróficas que secretam TSH (relacionadas à tireoide).




Na obra, onde notamos as características da adolescência?


Século XXI - Os modelos da psiquiatria estão se transformando com ênfase nas neurociências e na terapias comportamentais cognitivas. A influência da psicanálise diminui na psiquiatria, mas aumentou na cultura: inconsciente, traumas infantis, complexo de Édipo e papel da sexualidade termos acessíveis a todos.


Os transtornos mentais fazem parte de nossa experiência diária e são mais comuns do que imaginamos.Estima-se que entre 30 e 40% dos brasileiros apresentam pelo menos uma vez na vida um transtorno mental.


NECROFILIA


PERVERSÃO Freud ( 1905) três ensaios sobre a sexualidade


•Permanência na vida adulta de características perverso-polimórficas , típicas da sexualidade pré-genital, em detrimento da sexualidade genital.


• É uma defesa.


• Incapacidade em entrar na fase genital.


A vida segue mas essa parte o passado está atualizado no presente.


Filme e HQ Transtornos:


Transtorno Desafiador de Oposição


Transtorno da Conduta


Transtorno da Personalidade Antissocial (Psicopatia ou sociopatia)


Transtorno Depressivo


Maior Transtorno mental ➔ termo utilizado para indicar a presença de um conjunto de vivências subjetivas ou comportamentos que causam sofrimento significa que ativou um importante prejuízo no funcionamento social,ocupacional ou em qualquer outra área do indivíduo.


Transtorno Desafiador de Oposição Padrão recorrente de comportamentos negativistas, desafiadores,desobedientes e hostis às figuras de autoridade.Discussões excessivas e dificuldades em aceitar regras comuns.


As alterações no transtorno desafiador de oposição são menos graves do que no transtorno da conduta, não ocorrem agressões a pessoas,animais ou destruição de patrimônio.


➔ Os dois transtornos são formulados para crianças/adolescentes, não

são aplicados a indivíduos com 18 ou mais ➔ diagnóstico de personalidade antissocial



Transtorno da Conduta Padrão repetitivo e persistente de comportamento agressivo e desafiador, que vai contra as regras de convivência social. Agressão à pessoas e animais, envolvimento em brigas, destruição da propriedade alheia, furtos e agressão sexual. Sérias violações de regras, como fugir de casa.


Ausência sistemática da escola e enfrentamento desafiador e hostil em relação aos pais. Associado a situações sociais adversas na infância: como instabilidade ou violência familiar, história de abuso físico ou sexual e alcoolismo dos pais é desafiador, que vai contra as regras de convivência social.


Agressão à pessoas e animais, envolvimento em brigas, destruição da propriedade alheia, furtos e agressão sexual.Sérias violações de regras, como fugir de casa. Ausência sistemática da escola e enfrentamento desafiador e hostil em relação aos pais. Associado a situações sociais adversas na infância: como instabilidade ou violência familiar, história de abuso físico ou sexual e alcoolismo dos pais.





Transtorno da Personalidade Antissocial (Psicopatia ou sociopatia)

Presença de padrão estável e duradouro de desconsideração e violação dos direitos dos outros.Irresponsáveis, irritáveis, agressivos e impulsivos, não toleram frustrações e buscam satisfação imediata dos desejos. Incapazes de amar e estabelecer relações sociais duráveis. A ausência de remorso, apesar das ações lesivas às outras pessoas, é aspecto marcante nesse transtorno de personalidade. Comportamentos de sedução e de manipulação para conseguir vantagens.


Transtorno da Personalidade Antissocial ➔ Conduta repetitiva, mas incapacidade de aprender pela experiência, cometem sempre os mesmos erros. Alcoolismos, abuso ou dependência de outras drogas, promiscuidade sexual e parafilias. Muitos morrem prematuramente vítimas de crimes violentos.


Manifestações desse transtorno podem ter início na infâncias ou na adolescência, mas diagnóstico só a partir dos 18 anos de idade. Transtorno associado a história de abuso sexual, abandono, negligência, ou perdas na infância. Mais comum no sexo masculino.






Transtorno Depressivo Maior ➔ No transtorno depressivo maior (ou depressão unipolar) ocorre apenas sintomatologia depressiva, que pode ser um episódio único de depressão ou vários episódios recorrentes.

Os sintomas são os mesmos observados nos episódios de depressão ou transtorno bipolar. A única diferença é que, no transtorno depressivo maior, não há episódios maníacos ou hipomaníacos no curso do transtorno.


No texto, ilustração e configuração da página, como notamos os sintomas apresentados?
















PRETO

E

BRANCO















VAMOS PARA O TEXTO?

O título já informa que se trata de um serial killer ... • Frases curtas

• Pouco espaço para o pensamento ( concretude)

• Solidão

• livro transmite a contenção vai para a concretude (eliminando a possibilidade de pensar)


Este é o grand finale de uma vida desperdiçada, e o resultado é uma depressão arrasadora[...] Uma vida doente, patética, desgraçada: isso e mais nada”. Jeff Dahmer


TERIA SIDO DIFERENTE SE...