NEUROCOMIC

Atualizado: 22 de ago. de 2019

NEUROCOMIC

A tão esperada graphic novel, Neurocomic – A Caverna das Memórias, de autoria dos neurocientistas Matteo Farinela e Hana Roš, foi publicada pela DARKSIDE, esse ano. Ela não decepcionou. Os autores criaram uma história instigante, uma viagem através do cérebro humano.


Quando iniciamos a leitura da HQ o enredo parece meio sem graça, mas à medida que acompanhamos o viajante, percebemos que os autores conseguem falar de um assunto difícil, o nosso cérebro, de forma divertida e questionadora. A gente até esquece que não é um neurocientista.


PRÓLOGO

Já no prólogo começam as indagações do viajante: ONDE EU ESTOU? PARECE UMA FLORESTA BEM FECHADA. A pergunta, a dúvida, a curiosidade e a descoberta acompanham o viajante. Quer forma melhor para ensinar e aprender?


MORFOLOGIA

O viajante é informado por um cientista: VOCÊ ESTÁ DENTRO DO CÉREBRO! O CERNE DA SUA EXISTÊNCIA. Por meio de analogias, Hana Roš e Matteo Farinella discutem conceitos, pouco a pouco, o leitor se aproxima do conhecimento do cérebro humano. As analogias são um dos pontos fortes da graphic novel, elas facilitam a compreensão do assunto de forma divertida, além de instigar a curiosidade.


FARMACOLOGIA

Em todos os capítulos são apresentados os cientistas que estudaram o cérebro ao longo da história, os pontos de concordância e divergência e aqueles que deram continuidade ao trabalho de um colega.


O foco no Farmacologia é a apresentação da equipe que abre receptor: a dopamina, a serotonina, a acetilcolina e por aí vai. E, as drogas que interferem no funcionamento normal dos neurotransmissores.


ELETROFISIOLOGIA

Muito bom aprender a respeito da eletricidade, o grande segredo do cérebro e seus estudiosos de fora tão divertida. Por que os neurônios precisam de sinais elétricos? Descubra, para isso basta ler a HQ.


PLASTICIDADE

QUAL A DIFERENÇA? SONHO, MEMÓRIA: TUDO ACONTECE NO CÉREBRO! O protagonista aprende quais os tipos fundamentais de memória. Descobre a plasticidade do cérebro. Sabe? Aquilo que às vezes as pessoas esquecem: tudo o que aprendemos é continuamente moldado pela experiência.


SINCRONICIDADE

As ondas mentais: ATUALMENTE CIENTISTAS ACHAM QUE ESSAS ONDAS REFLETEM A ATIVIDADE CORRELACIONADA DOS AGLOMERADOS DE NEURÔNIOS E QUE OS PICOS NO SINAL CORRESPONDEM AO MÁXIMO DA SINCRONICIDADE... Difícil, na HQ fica fácil, assim como a questão do dualismo e a explicação biológica para a mente.


EPÍLOGO

Acabou?! Que pena. Foi ótimo viajar pelas florestas de neurônios, entrar nas cavernas escuras que abrigam lembranças adormecidas, encontrar com seres estranhos que habitam os a nossa mente criativa, dragões, sapos, lulas gigantes e lesmas marinhas, etc.

Adorei viajar pelo cérebro e acompanhar os questionamentos que acompanham a humanidade e a sua evolução. No final, segui o conselho dos autores: agradeci ao meu cérebro.


Uma graphic novel para quem quer aprender e ensinar.

Neurocomic: a caverna das memórias

Hana Roš e Matteo Farinella

Tradução: Érico Assis

Rio de Janeiro: DarkSIDE Books, 2018


Os autores:

Hana Roš, Ph.D. é neurocientista, formada na Universidade de Oxford, Inglaterra. Dedica parte do seu tempo a projetos pessoais e encontrou em NEUROCOMIC: A CAVERNA DAS MEMÓRIAS a oportunidade perfeita para unir sua paixão pela arte e ciência. Já teve diversos artigos publicados em revistas científicas de renome, incluindo Journal of Neuroscience e Nature Neuroscience


Matteo Farinella, Ph.D. é ilustrador especializado em jornalismo em quadrinhos e ilustração científica, com Ph.D. em neurociência pelo University College de Londres. Desde 2016 trabalha com comunicadores, educadores e neurocientistas para encontrar formas de utilizar narrativas visuais na alfabetização pública.